Pular para o conteúdo

A São José, pela conversão de um pecador

Ó JUSTO E GLORIOSO SÃO JOSÉ,  eu Vos recomendo incessantemente a salvação da alma de . . .  que Jesus resgatou à custa do seu precioso Sangue. Vós sabeis quanto são infelizes aqueles que, tendo banido de seu coração ao divino Salvador, ficam expostos a perdê-lo por toda a eternidade. Não permitais, pois, que esta alma, que me é tão querida, fique por muito tempo separada de Jesus. Fazei-lhe conhecer os perigos que a ameaçam. Falai fortemente ao seu coração. Reconduzi este filho pródigo ao seio do melhor dos pais, e não o deixeis sem lhe terdes aberto as portas do Céu, onde Vos bendirá eternamente pela felicidade que lhe tiverdes procurado. Amém,

A São Joaquim e Santa Ana

Ó BEATÍSSIMOS PAIS DE MARIA, Mãe de Deus, São Joaquim e Sant’Ana, eu Vos saúdo e bendigo com devoção e amor. Alegro-me de todo o meu coração convosco, pela vossa glória e por aquela sublime prerrogativa, pela qual Deus Vos escolheu, para serdes, antes de todos, pais da Mãe Santíssima do divino Redentor. Eu Vos ofereço para aumento do vosso gozo e de vossa glória, os santíssimos Corações de Jesus e de sua Mãe Maria.

Rogai por mim a Jesus e a Maria, para que eu perfeitamente lhes agrade. Tende cuidado de mim como os pais o têm do filho. Sede meus fiéis consoladores na vida e na morte. Assisti-me na minha última agonia, para que dignamente receba os santos Sacramentos da Igreja, e partindo deste mundo com o coração perfeitamente contrito e todo limpo, possa chegar diretamente ao Céu, por Nosso Senhor Jesus Cristo. Amém.

A São José – [S. Bernardino de Sena]

DIGNAI-VOS, Ó BEM-AVENTURADO SÃO JOSÉ, lembrar-vos de nós e dispersar-nos o socorro de vossa proteção junto daquele que vos chamou seu pai; obtende-nos também os favores da Virgem Santíssima, vossa esposa, Mãe daquele que vive e reina com o Pai e o Espírito Santo em todos os séculos dos séculos. Assim seja.

(São Bernardino de Sena, 1380-1444, italiano, franciscano).

IMG_20190123_125357.jpg

A São Camilo de Lellis

GLORIOSO SÃO CAMILO, volvei um olhar de misericórdia sobre os que sofrem e sobre os que os assistem. Concedei aos doentes aceitação cristã, confiança na bondade e no poder de Deus. Dai aos que cuidam dos doentes, competência, dedicação e amor. Ajudai-os a entender o mistério do sofrimento como meio de redenção e caminho para Deus. Vossa proteção conforte os doentes e seus familiares, e os encorajem na vivência do amor. Abençoai os que se dedicam aos enfermos, e que o bom Deus conceda paz e esperança a todos.  Amém.

Pai Nosso, Ave, Maria e Glória…

São Camilo, rogai por nós!

(São Camilo de Lellis, 1550-1614, é padroeiro dos doentes, dos hospitais e dos que cuidam dos doentes. Dedicou a vida aos enfermos. Fundou a ordem dos camilianos, padres e irmãos que trabalham no campo da saúde. Ele considerava o doente como se fosse o próprio Jesus).

A Santa Margarida M. Alacoque

Ó SANTA MARGARIDA MARIA, a quem o Sagrado Coração de Jesus fez participante de seus tesouros divinos, nós vos suplicamos que nos alcanceis deste Coração adorável as graças de que temos necessidade. Nós lhas pedimos com ilimitada confiança. Digne-se o Coração Divino no-las conceder, pela vossa intercessão, a fim de que Ele seja mais uma vez glorificado e amado por vosso meio. Assim seja.

Rogai por nós, Santa Margarida, – para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

Oremos — Senhor Jesus Cristo, que revelastes maravilhosamente as insondáveis riquezas de vosso Coração à Virgem Santa Margarida Maria, concedei-nos pelos seus merecimentos e à sua imitação que, amando-vos em tudo e sobre todas as coisas, mereçamos ter perpétua morada no vosso mesmo Coração: que viveis e reinais pelos séculos dos séculos. Amém.

(Santa Margarida Maria Alacoque, 1647-1690, francesa. Correu de modo admirável pelo caminho da perfeição e mereceu receber revelações místicas, em particular sobre a devoção para com o Coração de Jesus, tendo trabalhado muito para sua adoção na Igreja).

Prece confiante ao Menino Jesus

MEU PEQUENO E DOCE MENINO JESUS, Tu és meu Deus e meu Salvador que disseste: “Pedi e recebereis, buscai e achareis, batei e será aberto para ti”, eis que eu peço, procuro e bato por aquela fé que tudo obtém, inclusive o meu pedido especial   (faça-se o pedido).

Divino Menino, como desejo segurar-Te em meus braços e amar-Te para sempre!  Eu prometo, em ação de graças por tua resposta à minha oração, espalhar a devoção, o amor e a adoração a Ti por palavras e atos.

Meu querido Menino Jesus, eu cantarei vossos louvores por todo o sempre.

Amém.

4a68746b0821b8e28d336915b3ff9f0c.jpg

 

 

 

 

Que amemos os grandes bens… – [São João Crisóstomo]

Ó JESUS, FAZEI COM QUE TAMBÉM APRENDAMOS nós a nos manter unidos a Vós, mas não pelos vossos bens sensíveis… Fazei que busquemos o pão celeste e quando o tivermos recebido, expulsemos do coração toda preocupação da vida mundana. Se aquela multidão abandonou suas casas, cidades, parentes e tudo o mais para ir a esse lugar deserto e não se retirou mesmo quando atormentada pela fome, quanto mais devemos nós que nos aproximamos de vossa mesa divina… amar as realidades espirituais e só depois destas ocupar-nos com as coisas sensíveis…

Dai-nos amar, ó Senhor, os grandes bens do espírito, e então nos dareis também os outros por acréscimo… Fazei com que não ponhamos nossas aspirações nos bens temporais, mas possuí-os ou perdê-los seja-nos totalmente indiferente… aprendamos a empregar utilmente as riquezas em socorrer os necessitados… O mestre, que nos ensina esta arte sois Vós mesmo, ó Cristo, e vosso Pai:  “Sede misericordiosos – dissestes – como vosso Pai que está nos céus”… Qual a finalidade desta arte? O céu e os bens celestes, isto é, a glória inefável, os tálamos espirituais, as lâmpadas resplandecentes, a vida eterna junto convosco, ó Esposo divino, e todos os outros bens que mente alguma pode imaginar, nem palavra descrever.

(São João Crisóstomo, Comentário ao Evangelho de São Mateus, 49, 3-4).