Pular para o conteúdo

Oração de confiança (atribuída a São Patrício)

07/01/2019

APOIO-ME à forte virtude do nome poderoso da Trindade. Eu creio na Trindade, confessando a Unidade do Criador do Universo.

Revigoro-me com o poder da fé. A Encarnação de Cristo, seu Batismo, sua morte na cruz e sepultamento, sua Ressurreição e Ascensão e seu retorno no dia do juízo são verdades que me animam.

Sustento-me com a virtude do amor do serafim, com a obediência dos anjos, com a esperança da ressurreição como prêmio, com as preces dos Patriarcas, com a mensagem dos profetas, com a pregação dos Apóstolos, com a fé dos Confessores. Sustento-me com todo o bem feito em nome do Senhor, com a pureza das almas transparentes.

Sustento-me com o poder do Céu, com a luz do sol, com o brilho da lua, com o esplendor do fogo, com o clarão do raio, com a velocidade do vento, com a profundidade do mar, com a estabilidade da terra, com a compacidade das rochas.

Sustento-me com o poder de Deus para me guiar, com a força de Deus para me sustentar, com a sabedoria de Deus para ensinar-me,  com os olhos de Deus para velar sobre mim, com os ouvidos de Deus para ouvir-me, com a Palavra de Deus para falar por mim, com a mão de Deus para me guiar, o escudo de Deus para me proteger, o exército de Deus para me defender – contra as ciladas do demônio, contra as seduções dos vícios, contra a lascívia da natureza, contra todos que meditam injuriar-me, seja longe ou perto, sejam poucos ou muitos…

Cristo comigo, Cristo em minha frente, Cristo atrás de mim, Cristo dentro de mim, Cristo abaixo de mim, Cristo acima de mim, Cristo à minha direita, Cristo à minha esquerda, Cristo no forte, Cristo no assento da carroça, Cristo na popa, Cristo no coração de todos os que pensam em mim, Cristo na boca de todos que falam-me, Cristo em cada olho que me vê, Cristo em cada ouvido que me ouve.

Eu me sustento à forte virtude de uma invocação da Trindade. Eu creio em Deus Uno e Trino, no Criador do Universo.

A salvação está no Senhor, a salvação está no Senhor, a salvação está em Cristo. Possa vossa salvação, ó Senhor, estar sempre conosco!

(São Patrício, Bispo inglês do século V, evangelizador da Irlanda).

—- Esta bela oração atribuída a São Patrício provavelmente foi composta no século VIII. Na época os católicos irlandeses tinham vinte dessas orações chamadas “couraças”, pois acreditava-se que, rezando-as, serviriam de proteção divina contra todos os perigos. Há uma estória para a origem dessa oração: o rei irlandês Leogário convidou Patrício para uma conferência na colina de Tara, no centro da Irlanda, na noite de Páscoa. Sua intenção real era armar uma emboscada para Patrício e seus oito companheiros. A tradição diz que o Santo compôs essa prece, chamada agora Couraça de São Patrício, como uma proteção contra as emboscadas. Quando os soldados do rei Leogário caíram sobre eles e seus companheiros, o que encontraram foram oito cervos. Por essa razão essa prece é também chamada de “o grito do cervo”.

From → São Patrício

Comentários encerrados.