Pular para o conteúdo

Consagração do mundo ao Coração Imaculado de Maria – [Pio XII]

30/05/2016

RAINHA DO SANTÍSSIMO ROSÁRIO, auxílio dos cristãos, refúgio do gênero humano, triunfadora de todas as batalhas de Deus, nós nos prostramos suplicantes diante do vosso trono, certos de alcançar misericórdia e  de receber graças e auxílio oportuno nas calamidades presentes, não pelos nossos merecimentos, mas unicamente pela bondade imensa do vosso Coração materno.

A vós, ao vosso Coração Imaculado, nesta hora grave da história humana, nos confiamos e consagramos, não somente com toda a Santa Igreja, Corpo místico do vosso Jesus, que em tantas partes sofre e de tantos modos é atribulada e perseguida, mas também com o mundo inteiro dilacerado pelas discórdias, agitado pelo ódio, vítima da própria iniquidade.

Despertem a vossa compaixão tantas ruínas materiais e morais, tantas dores, tantas angústias, tantas almas torturadas, tantas em perigo de perder-se eternamente.

Alcançai-nos, ó Mãe de misericórdia, a reconciliação cristã dos povos; e antes de tudo, obtende-nos aquelas graças que podem num momento converter os corações humanos, as graças que preparam e asseguram esta suspirada pacificação.

Rainha da paz, rogai por nós e dai ao mundo a paz na verdade, na justiça, na caridade de Cristo. Dai-lhe sobretudo a paz das almas, a fim de que, na tranquilidade da ordem, se dilate o reino de Deus.

Concedei a vossa proteção aos fiéis e a todos os que jazem nas sombras da morte; fazei que raie para eles o Sol da verdade e possam, juntamente conosco, repetir, diante do único Salvador do mundo: Glória a Deus no mais alto dos céus e paz na terra aos homens de boa vontade.

Aos povos separados pelo erro ou pela discórdia, e particularmente àqueles que vos professam singular devoção, dai-lhes a paz e reconduzi-os ao único redil de Cristo, sob o único e verdadeiro Pastor.

Alcançai liberdade completa para a Santa Igreja de Deus; defendei-a dos seus inimigos; sustai o dilúvio transbordante da imoralidade; despertai nos fiéis o amor da pureza, a prática da vida cristã e o zelo apostólico, a fim de que o povo dos que servem a Deus aumente em mérito e em número.

Finalmente, assim como ao Coração de vosso Jesus foram consagrados a Igreja e todo o gênero humano, para que, colocando nele toda a esperança, lhes fosse fonte inexaurível de vitória e salvação, assim também ao vosso Coração Imaculado nós nos consagramos para sempre, ó Mãe nossa e Rainha do mundo; para que o vosso amor e patrocínio apressem o triunfo do reino de Deus, e todos os povos, pacificados com Deus e entre si, vos proclamem bem-aventurada, e entoem convosco, de uma a outra extremidade da terra, o eterno Magnificat de glória, amor e reconhecimento ao Coração de Jesus, pois somente nele se podem encontrar a verdade, a vida e a paz.

(Papa Pio XII)

Comentários encerrados.