Pular para o conteúdo

O mais precioso tesouro – [S. Gertrudes de Helfta]

28/01/2016

EIS QUE VENHO A VÓS a quem amei, em quem acreditei, a quem dei meu afeto. Seguir-vos-ei aonde quer que fordes, ó meu Jesus!

Chego-me a vós, ó meu Deus, fogo consumidor! Com a viva chama de vosso amor destruí-me, a mim, pequenino átomo. Absorvei-me em vós! Venho a vós, minha doce luz! Resplandecei sobre mim vossa face, a fim de que, em vossa presença, mudem-se minhas trevas em luz meridiana. Venho a vós, beatíssimo Esposo! Fazei de mim uma só coisa convosco, na unidade de um verdadeiro amor.

Que pode haver doravante de comum entre mim e o mundo, meu Jesus amado, se até no céu nada quero fora de vós?  A vós unicamente amo e desejo, de vós unicamente tenho fome e sede, em vós me consumo, ó meu dileto!… A vós se volta meu coração e diz: sois meu precioso tesouro, minha pura e verdadeira alegria, minha melhor parte, único amor e desejo de minha alma.

(S. Gertrudes de Helfta, Exercícios)

Comentários encerrados.