Pular para o conteúdo

A vida da fé – [ Romano Guardini ]

14/08/2015

Ó DEUS, criador e Pai de toda vida, vós nos destes a vida temporal afim de que nela subsistamos, cresçamos e nos realizemos. Vós a entregaste em nossas mãos para que a conduzamos do melhor modo, e um dia pedireis conta de como a vivemos.

Mas vós nos destes ainda uma outra vida. Ela se revela à hora determinada por vossa graça, diante do testemunho de vossa revelação. Ela vem da eternidade e é o Espírito Santo, dispensador da vida, que a gera em nós. Também essa vida entregaste em nossas mãos. Nós podemos conservá-la em sua dignidade, mas também podemos dissipá-la. Podemos nos esforçar para que ela se desenvolva e amadureça, como também negligenciá-la e deixar que se perca. E um dia pedireis conta sobre o uso que dela tivermos feito.

Dai-me sempre saber, ó Senhor, que esta vida santa está em mim. Mantende-me na certeza de que ela é mais real que toda a vida deste mundo. Faz-me sentir seu preço divino, no qual reside o sentido máximo de nossa existência. Dai-me uma grande seriedade em tudo o que se refere à fé. Ajuda-me a reconhecer o que é necessário para que ela possa amadurecer e dar frutos. Que eu me torne familiarizado com sua força, mas também com sua fragilidade. E se, no decorrer dos anos, minha maneira de pensar e de sentir se transforme e, com ela, não certamente o conteúdo sagrado da fé, mas sua forma humana, ensina-me então a compreender esta mudança e a resistir às provas que ela traz, para que eu possa crescer e amadurecer em minha fé, passo a passo, segundo o vosso desejo, ó ordenador de toda vida!  Amém.

(Preces – de Romano Guardini)

From → Romano Guardini

Comentários encerrados.