Pular para o conteúdo

A fonte da vida – [ S.Teresa de Ávila ]

13/01/2015

Ó VIDA, vida !  Como te podes sustentar, estando ausente da tua Vida?  Em tanta soledade, em que te empregas? Que fazes, pois todas as tuas obras são imperfeitas e falhas? Que te consola, ó alma minha, neste mar tempestuoso? Tenho lástima de mim, e maior do tempo em que não vivi lastimosa! Ó Senhor, como são suaves os vossos caminhos! Mas quem caminhará sem temor? Temo estar sem vos servir e quando vos vou a servir não encontro coisa que me satisfaça para pagar algum tanto do que vos devo. Parece que me quisera empregar toda nisto, mas, quando bem considero a minha miséria, vejo que não posso fazer nada que seja bom, se Vós não mo concedeis.

(Santa Teresa de Ávila:   Exclamações)

Comentários encerrados.