Pular para o conteúdo

Ato de contrição – [s. Afonso de Ligório]

14/04/2014

SEM LEMBRAR-ME DE TI, Jesus, não viveria. Mas muito te esqueci no passado, sem perceber que grande desventura significa o ofender-te. Agora choro, Senhor, por minha ignorância, mas mais ainda por esse amor que me manifestaste, e que desprezei.

Entra em meu coração e grava o fogo como marca indelével, essa doce lembrança de tua Redenção. Faz-me teu e não deixes que se afastem de ti meus pensamentos.

(Prática de amor a Jesus Cristo, cap. 4)

Comentários encerrados.