Pular para o conteúdo

Beata Elisabete da Trindade: “Que importa o sentimento?”

11/08/2012

“Deus em mim, eu nele” deve ser o nosso lema. Que jubiloso mistério a presença de Deus dentro de nós, neste íntimo santuário das nossas almas onde sempre podemos encontrá-lo também quando não percebemos mais sensivelmente a sua presença! Que importa o sentimento? Talvez ele esteja também mais perto, quando menos o sentimos. É aqui, no fundo da alma, que gosto de procurá-lo. Preocupemo-nos em não deixá-lo jamais sozinho, e em que a nossa vida seja uma contínua oração.

(Beata Elisabete da Trindade: carta à Srta. Margarida Gollot).

Comentários encerrados.